Notícias

Cigarro e os malefícios causados à pele.

cigarrosNão é novidade para ninguém que o fumo provoca diversos males ao organismo. No entanto, pouca gente sabe que ele tem uma ação extremamente prejudicial à pele e faz com que o fumante aparente ter muitos anos a mais. Algumas pesquisas demonstram que o hábito de fumar é mais prejudicial do que a exposição solar intensa. Isto porque o dano causado pelo fumo atinge as camadas mais profundas da pele.

A batalha entre a nicotina e as fibras de sustentação do tecido é desleal. A fumaça do cigarro contém substâncias que promovem a degradação do colágeno, o que leva a uma atrofia da pele com a formação das rugas. O cigarro também é um dos grandes responsáveis pela formação de radicais livres, outro fator que acelera o envelhecimento. Além disso, o tabaco compromete o estoque cutâneo das vitaminas A e C, excelentes antioxidantes, capazes de combater os radicais livres. E não são só as substâncias do cigarro que provocam os sulcos na face. O movimento labial realizado para tragar também contribui para o aparecimento das linhas de expressão.

Outro fator prejudicado pelo fumo é a circulação. O hábito de fumar causa diminuição do calibre dos pequenos vasos que irrigam a pele, diminuindo o aporte de oxigênio e nutrientes, favorecendo a atrofia cutânea. Esta “vasoconstricção” acontece também nas demais artérias do organismo, o que leva a uma maior predisposição ao infarto cardíaco e ao derrame cerebral.

Todas estas agressões causadas pelo cigarro são de difícil tratamento. Então o melhor mesmo é prevenir e parar de fumar antes do surgimento destas alterações. Além de manter  a pele mais bonita e de aspecto jovem, você ainda terá mais disposição para as atividades do dia a dia e levará uma vida bem mais saudável!!

Fonte: Terra